Publicado em 2018-12-04 14:11:33

Comércio de Araraquara prevê crescimento de até 5,7% nas vendas natalinas

Expectativa baseada em levantamento realizado pelo Sincomercio com empresários da cidade é maior se comparada a média nacional

Para atender as demandas do Natal, a data mais importante do ano para o comércio varejista, grande parte dos lojistas iniciam a preparação do estoque com meses de antecedência. De acordo com levantamento do Núcleo de Economia do Sindicato do Comercio Varejista de Araraquara (Sincomercio), com base em pesquisa realizada com os empresários da cidade, a expectativa é de um crescimento de até 5,7% nas vendas neste ano, em relação ao mesmo período do ano passado. A perspectiva local é superior se comparada à média nacional, que prevê um aumento de 2,8% nas vendas conforme levantamento da Confederação Nacional do Comércio (CNC).   

Para Délis Magalhães, economista do Sincomercio, alguns fatores foram essenciais para esse resultado, como a melhora nos índices de emprego no município, que registra saldo positivo há cinco meses consecutivos, gerando um aumento da circulação de renda local. “Além disso, a queda nas taxas de juros garante o acesso ao crédito mais barato e favorece principalmente as compras da população de menor poder aquisitivo”, afirma.  

 No entanto, a expectativa só não é melhor, porque para mais da metade dos lojistas entrevistados (56,1%), os consumidores destinarão os recursos do décimo terceiro salário para o pagamento de dívidas. Apenas 25% dos entrevistados acreditam que a renda extra será utilizada na compra de presentes. “Analisando o cenário geral, apesar da retomada de algumas variáveis econômicas, o consumidor continua com o orçamento apertado, e para muitos, a compra de presentes ainda não cabe no bolso”, revela a economista.  

 Estratégias comerciais

Para garantir o sucesso nas vendas, a dica para os lojistas atraírem os consumidores é apostar em uma vitrine chamativa na medida certa, em promoções e facilidades de pagamento, já que muitos consumidores acabam comprando  os presentes em um só lugar em virtude dos descontos oferecidos. “O Natal, diferente de outras datas como a Black Friday, possui um apelo emocional que acaba levando as pessoas às compras, nem que seja apenas por conta da famosa “lembrancinha”. Os empresários que conseguirem aproveitar esse momento para garantir boas condições e ofertas atrativas aos clientes têm grandes chances de terminar o ano no azul”, afirma Délis.